superpoderes

18.10.12
posted by autumn | Leave a comment (5)

5 Comments

OpenID h2so4dietetico said...

Aah, tem também os superpoderes para furto, roubo, estupro e corrupção e sair impune, heim?

Talvez os teus superpoderes simplesmente não tenho desabrochado ainda. Não chegou aquele momento onde tu simplesmente pega e descobre que os têm. Ou tu não sabe identificá-los e talvez outra pessoa possa te dizer "mas o teu superpoder é esse, sua louca! E tu tem desde que eu te conheço!"

E tem o cara que derruba latinhas com ioiô tão rápido quanto um atirador de elite, e tem o que conduz eletricidade porque a % de água no corpo é diminuta, e tem o que nada peladão nas águas do Ártico...

22.10.12  

Blogger Flá Costa * said...

que blog lindo, que ideia linda, que texto delícia. é sempre mais fácil encontrar o defeito/qualidade no outro do que em nós mesmos né? taí, talvez esse seja o super-poder de alguém no mundo né??

beijoca rs

22.10.12  

Blogger gabriela m. four said...

todo mundo em particularidades, né? acho que se você pensar um pouco mais, vai encontrar uma coisa que só você consegue fazer (;

o seu template é a coisa mais linda que eu já vi *o*

24.10.12  

Blogger Mc-chan said...

Olhar pra dentro sempre é mais difícil do que olhar pros outros. Seja para defeitos ou para "super-poderes" é mais fácil achar nos outros do que em nós mesmos. Seria mais fácil se todos pudessem dizer o que pensam uns sobre os outros, talvez assim pudéssemos descobrir de maneira mais fácil como realmente somos.
Acho que só o fato de parar pra pensar em como realmente somos, no que somos bons,no que devemos melhorar,já mostramos um certo amadurecimento. Possuir o completo auto-conhecimento,então, é algo que só os anos devem ajudar.
Anyway espero que você esteja bem! (tava no twitter e vi você falando que foi assaltada ou algo parecido) Tudo de bom, até a próxima. :p

27.10.12  

Blogger тίŋαcrίίѕ said...

Pois é, menina, não sei se te alegra ler isso, mas me encaixo em seus textos cada vez que os leio. Ás vezes me pego pensando justamente assim. O caso não é nem mesmo eu ter algo de especial, mas sim saber se "as pessoas enxergam isso tanto quanto eu". Daí vem sempre aquilo: ou a gente se subjulga, ou se supervaloriza.

20.11.12  

Postar um comentário

«Previous | Home | Next»